Teatro e Marionetas de Mandrágora

F.U.N.I.L. / criação raiz fora de cena

M.16
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
F.U.N.I.L.
O espetáculo "F.U.N.I.L." é essencialmente um relato sobre a perda da inocência e a busca da identidade.
Terna melancolia, sobre crianças cuja inocência choca com a intriga e a perversidade de um sociedade profunda em que vivem.
A criança tulipa, nasce e a sua risada é profunda.
Naquelas cidades não há lugar para crianças tulipa, ficam por isso condenadas ao não-lugar, terão assim que iniciar uma jornada pela procura do seu espaço, que podem nunca vir a encontrar.
O grotesco, o obscurantismo, e o vazio interior povoam os mundos que as rodeiam, e não existe espaço para a inocência.

O espetáculo é essencialmente um relato sobre a perda da identidade, que cada vez é mais veloz e assustadora.
Através de uma pintura desencantada das cidades que os personagens percorrem, reflexo da nossa sociedade, o espetáculo pretende criar uma intriga memorável, onde expõe os traumas da perda da inocência, ou a condenação da preservação da mesma.
Estas cidades não existem, como eventualmente não existirá nenhuma destas personagens, trata-se de um confronto de ideias, de auscultações, a que o público é convidado a assistir e a encontrar em si, o sentido.
Aqueles que se conseguem encontrar, são Tulipas para todo o sempre, mas ficam condenados a navegar como barcos à deriva, sem ninho, sem lugar.


download

ARQUIVO IMAGEM PROMO I 18.6 Mb
ARQUIVO IMAGEM RECURSOS 4.8 Mb
ARQUIVO IMAGEM PESQUISA 56.5 Mb
ARQUIVO IMAGEM ENCONTROS 23.1 Mb
ARQUIVO IMAGEM DESENHOS 181.4 Mb
ARQUIVO IMAGEM PROCESSO DE CRIAÇÃO 798.1 Mb
ARQUIVO IMAGEM ENSAIOS 9.4 Mb